A coleção 2019 inaugura o ano com o livro Morro Trapoeraba, de Lourenço Lima.

A coleção 2017 traz dois livros inéditos de poesia e um herbário artístico produzido na Residência São João. 

Ser é Star, primeiro livro de Amanda Costa, nos leva a paisagens constelares e terrenas em poemas visuais sobre efemeridade e deslocamento. Vitrais, de Antonio Sobral, parte do relato autobiográfico e da fantasia, para falar de perdas e descobertas profundas. Herbário de plantas medicinais é fruto do encontro da artista Simone Moraes com a cozinheira Sandra Azevedo e o biólogo Victor Keller, resultando neste herbário artístico, que também compartilha saberes de cura natural. O design de Vitrais é de Marina Oruê; o do Herbário de plantas medicinais é assinado por Marina Marchesan.

A coleção 2016 lança projetos que forçam o embate entre palavra e imagem, construindo narrativas poéticas que envolvem o leitor em universos complexos e labirínticos.

 

Dois poetas inéditos, o brasiliense Lucas Cureau e a colombiana Fátima Vélez, aportam uma escrita sofisticada e direta, já os artistas Pedro Campanha (São Paulo) e Antonio Sobral (S.J.V.R.P./RJ) apresentam livros-objeto onde a imagem é a matéria-prima, cujo conteúdo transita entre desenho e colagem. Sobre pornȏ e lesmas, de Fátima Vélez é uma colaboração com a desenhista equatoriana Powerpaola.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now